ESTADO VIOLÊNCIA

(SINGLE 2016)

Os blogs Crush em Hi-Fi e Hits Perdidos lançaram o tributo "O Pulso Ainda Pulsa", com bandas independentes tocando Titãs, na onda de comemoração dos 30 anos do Cabeça Dinossauro.
Junto com nossos hermanos de casting Penhasco e Sky Down, que apresentam suas versões desses heróis do rock nacional, estamos mais do que felizes de ver este material por aqui! agradecendo desde sempre o convite para este projeto! Que mais iniciativas como essa floresçam para que o motor nunca pare!


LÁ EM CIMA

(EP 2016)


Pixe

(single 2015)



LÁ EM CIMA

Lá em cima
Tem algo mais
Lá em cima
Tem algo mais

A cidade de cima
Deve ter mais ar
Deve ter mais arte
Deve ver mais mar
A cidade de cima, deve dar pra amar
Deve dar pro mar, deve dar pro mar

Lá em cima
Tem algo mais
Lá em cima
Tem algo mais

A cidade de cima
Deve ter mais ar
Deve ter mais arte
Deve ver mais mar
A cidade de cima, deve dar pra amar
Deve dar pro mar, deve dar pro mar
Então vamos voar, vamos voaaaaar

Eu vou, eu vôo
Eu vou, eu vôo

Eu vou me jogar no seu colo
Pra esperar o sol
Pintar Sao Paulo (2x)

Eu vou que vou e e ninguém vai me impedir
De te provar quem eu sou
Eu vou me jogar no seu colo para esperar o sol
Pintar São Paulo

Eu vou, eu vôo
Eu vou, eu vôo

Eu vou espalhar o meu cheiro
Pelos teus canteiros
Ver tudo brotar
Vou te encher de cor, vou te encher de som
E tudo mais que é bom
Eu vou, eu vou, eu vou, eu vou

Eu vou me jogar no seu colo para esperar o sol
Pintar São Paulo

Lá em cima
Tem algo mais
Lá em cima
Tem algo mais


PIXE

Quando eu te vejo, eu não sei o que fazer
Quando eu te vejo, tudo começa a mexer
Você parece tão normal, mas eu fico feito animal

Eu viro pixe, eu viro pixe,
Eu me derreto pra você passar
Eu viro bixo, eu viro bixo
Eu me escondo pra você me achar
Pra você me achar, me levar pra casa, aa
Pra você me achar, pra você me achar,
Pra você me achar

Quando eu te vejo, eu não sei o que fazer
Quando eu te vejo, tudo começa a mexer
Você parece tão normal, mas eu fico feito animal

Eu viro pixe, eu viro pixe,
Eu me derreto pra você passar
Eu viro bixo, eu viro bixo
Eu me escondo pra você me achar
Pra você me achar, aaa me levar pra casa, aa
Pra você me achar, pra você me achar,
Pra você me achar aaa

Vamos beber mais chuva, vamos dormir na rua
Vamos amar, vamos gritar, vamos dançar feito animal

Eu viro pixe...

Se você quiser me dar
Eu aceito o que você quer dar
Gimme love, harder
Gimme more, now! (2x)

Sem dó, sem dor, sem dó
Sem dor, sem dó


DIABA

Eu cruzo a tua rua, te aceno de longe
Mas fica sempre o sol, perturbando a pele
Então você se fecha pra não ter que sorrir

Eu bato em tua cara, sem dó com vontade
Mas fica sempre a piedade
Que você me oferece, pra não ter que me ouvir

Eu viro tua diaba, teu karma, teu encosto
Teu cansaço, teu desgosto
O teu erro, a tua sina
Tua menina, tua menina, tua menina


Eu cruzo a tua rua, te aceno de longe
Mas fica sempre a chuva, embaçando a língua
Então você se seca pra não ter que fugir

Eu bato em tua cara, sem dó com vontade
Mas fica sempre a piedade
Que você me oferece, pra não ter que me ouvir

Eu viro tua diaba, teu karma, teu encosto
Teu cansaço, teu desgosto
O teu erro, a tua sina
Tua menina, tua menina, tua menina, tua menina, tua menina, tua menina, tua menina

Tua menina, tua menina, tua menina, tua menina, tua menina, tua menina, tua menina,
tua menina, tua menina, tua menina, tua menina,...

Ela é a minha menina
Eu sou o menino dela
Ela é a minha menina
Eu sou o menino dela


SANS COULOTE

No meio do meu culote tinha um pé de Pitanguy
No meio do meu culote

Fui rebolar, quiseram enxugar,
Quiseram implantar, um pé de plástica
Erva daninha, mandei podar
A bunda é minha, vou rebolar

Vou rebolar minha verdade localizada
Vou rebolar minha verdade acumulada
Vou rebolar, vou rebolar, vou rebolar
A banda é minha!


VÍCIO

Quando fores partir
Que seja assim
Sem aviso, sem recado
Sem juízo, sem culpa
Parta de mim
A vez é tua

A casa tá aberta, a porta tá perto,
Alcança a rua
Nao me chame, nem me olhe,
Nada muda

Se eu escolhi ser tua,
Nao se fala mais nisso
Que eu morra de vez desse vício
E não se fala mais nisso

De repente a folha caiu
De repente tudo mudou
De repente
De repente

De repente a chuva passou
Os dias seguem
Imunes aos meus apelos
As tuas mãos nos meus cabelos
Imunes aos meus apelos

Os dias seguem
As noite cegam
Os dias seguem
Imunes
Aos meus apelos


Marrockenroll

I wanna be ma rocknroll
I wanna be ma rocknroll
I wanna be ma rocknroll star

I want you to be ma rockroll
I want you to be ma rocknroll
I want you to be ma rocknroll star

Be ma babe if you mean it
Be my lover in the moonshine
Be my rocket till the sunset

Ma rocket goes, ma rocket goes, ma rocket goes

 


 

Recorded @ Estúdio Preto Velho

Cover photos:
- "Lá em Cima" by Regiane Ishii and Gustavo Lemos
- "Pixe" by Flavien Arker

Guitars on Marrocknroll and Diaba by Diego Dalia

® 2015 Gomalakka - Howlin' Records